Tomada de posse dos Órgãos de Freguesia da União de Freguesias de Alhandra, S.João dos Montes e Calhandriz

Em 19 outubro’17 teve lugar a cerimónia de tomada de posse dos Órgãos de Freguesia da União de Freguesias de Alhandra, S.João dos Montes e Calhandriz, que se realizou no Quartel dos Bombeiros Voluntários de Alhandra.

O eleito Óscar Calçada Soares , depois da assinatura do compromisso de honra  como membro da Assembleia de Freguesia , fez uma intervenção, que aqui se reproduz.

Sr. Presidente da Assembleia de Freguesia da União de Freguesias de Alhandra, S. João dos Montes e Calhandriz.

Sr. Presidente da Junta de Freguesia da União de Freguesias de Alhandra, S. João dos Montes e Calhandriz.

Sr. Presidente da Assembleia Municipal de Vila Franca de Xira.

Sr. Presidente da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira.

Sras. Eleitas e Sres. Eleitos da Assembleia de Freguesia.

Autarcas do concelho.

Dirigentes do Movimento Associativo.

Minhas vizinhas e meus vizinhos.

A todas e a todos saúdo com amizade.

Inicia-se hoje, através do compromisso dos novos eleitos, um novo ciclo na vida da nossa comunidade com a instalação dos Órgãos das Freguesia. 

Neste período de luto nacional, as minhas primeiras palavras só podem ser de pesar pelos trágicos acontecimentos que enlutaram o nosso País.  Inclino-me pois, pela memória das vitimas dos incêndios e apresento as minhas condolências aos seus familiares.

Aproveito também, para através dos nossos bombeiros, os Bombeiros Voluntários de Alhandra, expressar gratidão a todos os bombeiros e a todas as forças de protecção e socorro, que com dedicação e empenho ajudam as populações atingidas.  Bem hajam.

Quero agora agradecer, a quem através do voto na Coligação Mais, formada pelo PPD/PSD, o CDS-PP, o PPM e o MPT, me atribuíram a sua confiança e me elegeram.

Tudo farei para os honrar.

Assim como quero reafirmar, em relação a todo o eleitorado da Coligação Mais, que tudo farei para partilhar as nossas ideias e objectivos comuns, embora doravante a minha bancada passe a ser a do CDS-PP.

 Senhoras e Senhores Eleitas

Felicito a todas e a todos, que foram eleitos. Parabéns. E quero manifestar o meu apreço a todos que se apresentaram a estas eleições, numa demonstração de participação cívica e de interesse pela vida pública da nossa Terra.

Nestas eleições, os eleitores optaram por   não dar uma maioria absoluta a nenhuma força partidária.

No fundo transmitiram através do voto um entendimento e um desejo de que ponhamos sempre os interesses da nossa Terra á frente dos partidarismos e dos interesses circunstanciais. Um desejo de que cada um de nós com a dimensão do seu voto e das suas ideias seja capaz de construir pontes que conduzam a melhorias no nosso quotidiano.

Quando nos apresentamos ao eleitorado expusemos algumas das nossas preocupações e ideias, e será em muitas delas que iremos orientar a nossa participação nesta Assembleia.

E refiro algumas,

A vastidão e a dispersão do nosso território requerem, quanto a nós um estudo da rede de transportes público, que melhor sirva os residentes e um alinhamento de horários mais compatível com acesso aos serviços públicos designadamente aos de saúde. E nas urbes iremos promover a actualização de regulamento de trânsito ajustado á realidade actual.

Creio que nos propósitos de todos nós está sempre o desenvolvimento do espaço onde estamos inseridos.

E falar de desenvolvimento é em primeiro lugar é falar de juventude.

Esperamos que nas novas instalações a edificar no antigo quartel dos marinheiros possa ficar instalado um polo universitário, ou outro equipamento que sirva de atração aos jovens que são o futuro, um futuro que queremos melhor.

Pugnaremos também por oferecer condições de vida saudável, através do desporto, contamos para isso que o movimento associativo, seja bem apoiado e os desempenhos nas suas actividade existentes reconhecidos.

No âmbito cultural, o Teatro Salvador Marques é quanto a nós o espaço a considerar, a requalificar e a ser dedicado aos criadores e as artes.

Devemos também voltar ao Tejo, a sua proximidade, que deve e pode ser  um  factor  de  atração  de trabalho e de  pessoas. Queremos mais crianças e mais jovens a viver e a trabalhar na nossa Terra. Iremos pugnar pela abertura do Tejo á actividade económica e turística-marítima . Queremos promover as oportunidades de criação de negócio e emprego ligados ao Tejo mas também, aproveitar a diversidade do território, do Rio Tejo à Urbe e desta à Ruralidade com apoio à economia local, que se quer sustentável e com preocupações ambientais.

Esperamos por isso da parte da Câmara Municipal mais capacidade atrativa para com os empreendedores, e ainda que na atribuição de equipamentos e serviços do Município não se esqueçam desta nossa União das Freguesias de Alhandra, S. João dos Montes e Calhandriz.

Muito Obrigado.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

TOMADA DE POSSE DOS ÓRGÃOS DE FREGUESIA DA UNIÃO DE FREGUESIAS DE ALVERCA DO RIBATEJO E SOBRALINHO

Realizou-se ontem, 18 de outubro’17 a tomada de posse dos Órgãos de Freguesia da União de Freguesias de Alverca do Ribatejo e Sobralinho. Pela primeira vez o CDS- PP teve assento na  Assembleia de Freguesia  com a presença de Rui Valadas.

O eleito na sua intervenção começou por se referir à tragédia que na passada semana enlutou o nosso País, e  manifestou o seu pesar aos familiares das vítimas. Aproveitou ainda o momento, para publicamente expressar o seu agradecimento aos bombeiros e força de protecção e socorro pelo trabalho desenvolvido no apoio às populações atingidas. 

Para de seguida fazer o seu discurso já integrado como eleito na Assembleia de Freguesia na bancada do CDS-PP

 

Sr. Presidente da Assembleia Municipal de Vila Franca de Xira.

Sr. Presidente da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira.

Sra. Presidente da Assembleia de Freguesia.

Sr. Presidente da Junta de Freguesia.

Sras. Eleitas e Srs. Eleitos da Assembleia da União de Freguesias de Alverca do Ribatejo e Sobralinho.

Sras. e Srs..  Autarcas

Sras.. e Srs. Dirigentes do Movimento Associativo

Sras.. e os Srs. Convidados

Alverquenses e Sobralinhenses.

Gostaria de iniciar esta intervenção agradecendo a todos os que me elegeram pelo seu voto e pela confiança demonstrada.

Felicito, também, todos os eleitos para os órgãos da União de Freguesias, e que pelo seu ato de disponibilidade cívica para servir em prol da população, estão na disposição de intervir para melhorar o quotidiano de quem aqui vive, cada um com as suas ideias e propostas, porque ninguém é detentor do saber único.

Desde a implementação do regime democrático é a primeira vez que o CDS-PP obtém representação nos órgãos autárquicos das freguesias de Alverca do Ribatejo e Sobralinho. Cumpre-me assumir com empenho e dedicação essa responsabilidade, primando por manter a nossa identidade e linha orientadora de atuação. E a nossa linha de orientação passa por servir na procura do bem comum, observando sempre o respeito pela dignidade da pessoa humana e pela diversidade, como pilares da democracia humanista e personalista.

No que se refere às nossas preocupações para o mandato que agora se inicia, entre outras, destacamos as seguintes:

Em primeiro lugar, a AÇÃO SOCIAL;

Apesar da boa rede de apoio social desenvolvida pelas IPSS’s existentes na União de Freguesias, a quem envio uma saudação de apreço pelo trabalho desenvolvido e pela constante superação, subsistem preocupações relevantes, em particular, no que respeita aos idosos que se encontram isolados, assim como, com a sinalização e acompanhamento de pessoas portadoras de deficiência ou demências, para as quais uma rede de cuidadores promovida pela rede social poderia dar resposta.

Também a MOBILIDADE, integra uma das nossas principais preocupações;

Neste domínio, é importante sinalizar a necessidade de existir uma ligação à A1 na zona do Sobralinho, que seria determinante na melhoria dos movimentos pendulares e dos circuitos logísticos. Neste tempo, em que a governação deste país não aplica as disponibilidades financeiras que reserva, abstraindo-se totalmente de realizar os investimentos públicos necessários, compete à Câmara Municipal pugnar por esta obra junto do poder central, cabendo à Junta de Freguesia manter o alerta constante sobre esta necessidade.

É, ainda, essencial a reorganização da rede interna de transportes, assim como, a redução dos custos dos títulos para a circulação no interior da União de Freguesias. E conjugando a mobilidade com as políticas ambientais, é de particular relevância o desenvolvimento de uma rede de pontos de carregamento elétricos para viaturas.

A LIMPEZA E HIGIENE URBANA, constitui-se como outro elemento fundamental das nossas preocupações;

As nossas ruas necessitam, urgentemente, de uma operação profunda de limpeza, e para o efeito, necessitamos de uma alteração de paradigma, adotando procedimentos mais eficientes e recorrendo a novos equipamentos e a soluções modernas e tecnológicas. Também o controlo de pragas é uma preocupação devido aos efeitos nefastos que se verificam para a saúde pública.

No domínio da ECONOMIA E DESENVOLVIMENTO LOCAL;

Esperamos que o tão proclamado Cluster Aeronáutico de Alverca do Ribatejo tenha um impulso digno de registo num tempo em que se aproxima o centenário das OGMA, em junho do próximo ano. É, também, determinante o apoio ao comércio local e às pequenas e micro empresas, que em conjunto asseguram uma importante fatia dos empregos na União de Freguesias, o qual se pode consumar através de incentivos, como reduções e isenções na fiscalidade municipal.

As políticas de apoio à JUVENTUDE, DESPORTO E CULTURA, são outra das matérias que não podem ser negligenciadas;

Um território que se quer dinâmico, ativo e sustentável, deve centrar a sua atenção na dinamização cultural e desportiva, e na criação de condições para a fixação dos jovens.

Para finalizar, enunciamos aquela que, talvez, seja a nossa principal preocupação. O combate à ABSTENÇÃO!

Sim, o combate à abstenção. Este combate não se deve cingir, na nossa opinião, a apelos e pedidos de participação nos períodos de campanha eleitoral, e nos dias de reflexão e eleição, por necessidade de providenciar discursos de circunstância.

Para nós o combate à abstenção faz-se todos os dias, todas as semanas, todos os meses do mandato atribuído pelos eleitores. Porque atribuído pelos eleitores, estes merecem o maior respeito e isso consiste em fazer política, com, e para os cidadãos, escutando, compreendendo e apoiando numa perspetiva de proximidade constante.

O combate à abstenção apenas pode ser ganho fazendo política de qualidade, para as pessoas e com as pessoas, pois todos se devem sentir parte do processo político, percebendo a sua relevância, quer os representantes, mas acima de tudo, os representados.

Vamos exercer o nosso mandato com responsabilidade e exigência, tendo sempre presente que o interesse na resolução de problemas e no encontrar de soluções harmoniosas, que melhorem o quotidiano de quem vive na nossa União de Freguesias vai estar na matriz dos nossos atos.

Vivam os Sobralinhenses,

Vivam os Alverquenses.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Tomada de posse dos Órgãos Municipais do concelho de Vila Franca de Xira

Ontem , 17 outubro’17 realizou-se a tomada de posse dos Órgãos Concelhios de Vila Franca de Xira .

António da Conceição Martins , foi eleito pelo CDS-PP para a Assembleia Municipal . Transcrevemos na íntegra a sua intervenção neste acto institucional. 

 

 

SR PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE VFX E EXMOS MEMBROS DA MESA

Aproveito para saudar o Sr. Presidente da Assembleia Municipal cessante a quem desejo as maiores felicidades, sabendo que a sua presidência ficará na história desta Assembleia caracterizada pelo Rigor e Imparcialidade.

  SRAS E SRES ELEITOS COM ASSENTO NESTA ASSEMBLEIA

SR PRESIDENTE DA CAMARA E MEMBROS DO EXECUTIVO

SRES PRESIDENTES DE JUNTA EM VÓS SAÚDO TODOS OS ELEITOS QUE CONVOSCO VÃO TRABALHAR EM PROL DO CONCELHO

SRAS E SRES DIRIGENTES DO MOVIMENTO ASSOCIATIVO, INSTITUIÇÕES PÚBLICAS, SOCIAIS, RELIGIOSAS, PROTECÇÃO CIVIL E ORDEM PÚBLICA

CONVIDADOS AQUI PRESENTES

ÓRGÃOS DA COMUNICAÇÃO SOCIAL

MINHAS SRAS E MEUS SRES

Seria hoje um feliz dia da democracia do nosso concelho não fosse este o primeiro dia de luto nacional.

As minhas sinceras homenagens a todas as vitimas deste flagelo que são os incêndios.

Permitam-me que dirija as minhas primeiras palavras, endereçando um profundo agradecimento a todos os munícipes que, no exercício do seu direito de manifestação de opinião individual, votaram nas últimas eleições e desse modo elegeram quem durante os próximos 4 anos serão os responsáveis e responsabilizados pela gestão do nosso concelho.

Parabéns pela eleição de todos. Estamos cá todos na defesa do concelho de VFX e seus munícipes.

É para mim uma honra ter merecido a confiança de todos os que acreditaram em nós.

Uma palavra à Coligação Mais grupo com quem partilhamos as nossas ideias , convergimos nas perspectivas e será através desses pontos de convergência que manteremos uma estreita relação , mas nós caminhamos pelo nosso pé.

Apesar de ter sido o único eleito do CDS-PP para esta Assembleia temos mais eleitos nas freguesias e seremos uma força política activa e participante.

Irei honrar cada voto em nós confiado.

Sr Presidente da Câmara , vivemos ainda num concelho em que o rio da modernidade não corre à mesma velocidade, as desigualdades ainda persistem no nosso concelho , especialmente nas populações de fracos recursos.

Não há mais margem para  o Risco.

O fraco desenvolvimento que conhecemos não são recentes e não pode continuar, temos que aproveitar bem todas as oportunidades de desenvolvimento.

Para tal temos que enfrentar vários desafios a fim de evitar o crescente distanciamento dos eleitores em relação aos partidos e novas outras formas de participação política.

O mesmo cidadão que exige dos eleitos uma maior exigência de rigor e ética.

E porque , está aí um pacote do aumento das competências das autarquias, trazendo uma maior complexidade e crescente exigência da gestão autárquica, bem como, o impacto das novas tecnologias no relacionamento dos cidadãos com governação local, são desafios que este executivo tem de vencer em prol da saúde do poder autárquico.

São estes e outros desafios e transformações que condicionam a qualidade e integridade das autarquias, mas é com trabalho que podemos e devemos inverter a continua queda e sair do lugar 209 dos 308 municípios que compõem o ranking do Índice de Transparência Municipal.

Em democracia a vontade colectiva sobrepõe-se à vontade individual, de nós terá todo o apoio se atender às necessidades colectivas e não a estratégias partidárias, e concretizar o projecto com que se comprometeu e que, certamente, resultará em benefício de nós todos.

Não terá o nosso apoio se caminhar em sentido contrário ao programa sufragado.

É preciso gerir bem o dinheiro público apostando na construção das melhores propostas de desenvolvimento e sustentabilidade dos investimentos que sejam criadores de riqueza

Minhas SRAS e meus SRES

Inicia-se hoje um novo ciclo desta Assembleia Municipal e independentemente dos resultados obtidos todos os que concorreram a estas eleições merecem o nosso respeito já que, no exercício da sua cidadania, contribuíram para o engrandecimento da nossa democracia.

O Poder local constitui o alicerce da democracia portuguesa, pelo papel fundamental que desempenha para o desenvolvimento das comunidades locais.

Tem um papel pedagógico na criação de uma mentalidade e cultura democrática, bem como na formação cívica dos cidadãos, promovendo a cidadania através da participação em iniciativas de valor acrescentado para o desenvolvimento do concelho.

O CDS- Partido Popular entende este órgão como o palco privilegiado para a corporização dessa democracia.

É aqui que se discutem e se decidem os principais assuntos do Concelho de VFX.

Aqui, o cidadão pode contribuir com ideias e projectos de qualquer natureza, e com sugestões que melhorem a qualidade de vida do nosso concelho;

Aqui existe também espaço à reclamação, sempre que achar que o deve fazer e sentir que a razão está do seu lado.

Queremos contribuir para uma maior participação das populações na vida desta Assembleia

Queremos que no nosso trabalho não se restrinja somente aos órgãos para o qual fomos eleitos, que as pessoas venham ter connosco e as questões e preocupações que nos sejam trazidas se traduzam numa resposta e em devido tempo, sem qualquer tibieza política.

Privilegiamos o debate aberto e esclarecedor sobre temas que tenham impacto na vida dos nossos munícipes.

Enquanto membro desta Assembleia, o CDS-PP cumprirá com diligência e dedicação as suas funções.

 Representará os interesses dos cidadãos na vida politica do município, na defesa dos seus valores, das nossas tradições, para que não se perca a identidade cultural do nosso Concelho;

Deliberará em consciência os documentos apresentados e fiscalizará nos termos da lei a gestão da câmara e dos serviços municipalizados.

Exercerá uma acção critica com elevação quando necessária a par da supervisão do desempenho da sua administração autárquica.

Uma palavra aos nossos jovens.

Promoveremos o trabalho da Assembleia Municipal nas instituições de ensino, em áreas que digam respeito à sua qualidade de vida, bem como do seu futuro.

Serão estes jovens que num futuro próximo terão em suas mãos os destinos deste Concelho e serão eles mesmos que nos estão a assacar responsabilidades se porventura não tivermos conduzido o concelho da melhor forma.

Não deixaremos de fora o nosso tecido empresarial. Queremos ter um papel activo na protecção de uma economia local dinâmica e criativa, que garanta o acesso ao emprego sem prejuízo ambiental.

Por último, em nome do grupo CDS- Partido Popular, agradeço a todos os cidadãos deste concelho que acreditaram no nosso projecto autárquico. Iremos honrar esse contributo.

Termino desejando, uma vez mais, votos de um bom trabalho e de cordialidade a todos os membros desta Assembleia e Câmara Municipal.

Viva o município de Vila Franca de Xira

Muito obrigado.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Propostas CDS para o OE2018

Política Positiva

Algumas propostas do CDS-PP para o Orçamento de Estado 2018

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Política Positiva

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Mensagem Presidente CDS-PP

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Coligação Mais

Nos últimos 4 anos  como eleita municipal pelo CDS na Assembleia Municipal de Vila Franca de Xira tive oportunidade de acompanhar e fiscalizar a actividade do executivo da câmara municipal da responsabilidade do partido socialista, que terminou este mandato com um saldo de gerência de 17milhões de euros.

Este número só por si diz muita coisa. Diz por exemplo que este executivo PS, deixou muito por fazer, e de facto deixou.

Na área social deixou casas do parque habitacional fechadas porque não planeou a sua reparação e assim não atribuiu as casas às pessoas que delas precisam.

E diz também que este executivo PS no concelho de Vila Franca de Xira não teve nem ideias, nem capacidade para inovar.

Não apoiou realmente os munícipes e falamos de um modo abrangente, por exemplo não devolveu a todos uma parte do IRS que recebe, e podia tê-lo feito.

E nem teve ideias para apresentar politicas de desenvolvimento.

E disso, é prova a falta de planos de apoio à natalidade ou ao arrendamento jovem, para apoiar e fixar a juventude no nosso concelho.

Com dinheiro em caixa não foi capaz de criar uma unidade de saúde móvel de apoio aos idosos.

Não queremos que cada ano que passa seja mais do mesmo.

O que nós queremos é mais e melhor para o nosso concelho, por isso aqui no concelho de Vila Franca de Xira o CDS-PP vai junto a estas eleições com o PPD/ PSD, o PPM e o MPT na Coligação Mais.

O que queremos é um Concelho Mais Atractivo e também Mais Inclusivo, que se preocupe Mais com os idosos, com as crianças, com as famílias e com o apoio aos casais jovens.

Um Concelho Mais Moderno e a par com a evolução digital, que já faz parte do dia-a-dia de todos nós.

Um Concelho Mais Competitivo que aposte numa economia mais sustentável e inteligente, baseada na inovação tecnológica e Mais Amigo do Ambiente através da mobilidade suave e da eficiência energética.

Um concelho com as Tradições e a Cultura mais apoiadas.

Para nós as Pessoas são o centro da vida e da acção política.

A prestação do nosso serviço público é assente numa cultura de tolerância e respeito pela diversidade.

As propostas da Coligação Mais são inovadoras e sustentáveis.

Ambicionamos a criação de um Concelho, que seja bom para viver e trabalhar, mas também para conviver e disfrutar dos tempos livres.

No próximo Domingo dia 1 de Outubro é dia de eleições autárquicas.

Não votar nada resolve, acumula problemas e pode estar a contribuir para uma governação no município e na freguesia, que não deseja.

Participe, não deixe que outros resolvam por si. 

Um abraço com estima,

Filomena Rodrigues

.