Tomada de posse dos Órgãos de Freguesia da União de Freguesias de Alhandra, S.João dos Montes e Calhandriz


Em 19 outubro’17 teve lugar a cerimónia de tomada de posse dos Órgãos de Freguesia da União de Freguesias de Alhandra, S.João dos Montes e Calhandriz, que se realizou no Quartel dos Bombeiros Voluntários de Alhandra.

O eleito Óscar Calçada Soares , depois da assinatura do compromisso de honra  como membro da Assembleia de Freguesia , fez uma intervenção, que aqui se reproduz.

Sr. Presidente da Assembleia de Freguesia da União de Freguesias de Alhandra, S. João dos Montes e Calhandriz.

Sr. Presidente da Junta de Freguesia da União de Freguesias de Alhandra, S. João dos Montes e Calhandriz.

Sr. Presidente da Assembleia Municipal de Vila Franca de Xira.

Sr. Presidente da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira.

Sras. Eleitas e Sres. Eleitos da Assembleia de Freguesia.

Autarcas do concelho.

Dirigentes do Movimento Associativo.

Minhas vizinhas e meus vizinhos.

A todas e a todos saúdo com amizade.

Inicia-se hoje, através do compromisso dos novos eleitos, um novo ciclo na vida da nossa comunidade com a instalação dos Órgãos das Freguesia. 

Neste período de luto nacional, as minhas primeiras palavras só podem ser de pesar pelos trágicos acontecimentos que enlutaram o nosso País.  Inclino-me pois, pela memória das vitimas dos incêndios e apresento as minhas condolências aos seus familiares.

Aproveito também, para através dos nossos bombeiros, os Bombeiros Voluntários de Alhandra, expressar gratidão a todos os bombeiros e a todas as forças de protecção e socorro, que com dedicação e empenho ajudam as populações atingidas.  Bem hajam.

Quero agora agradecer, a quem através do voto na Coligação Mais, formada pelo PPD/PSD, o CDS-PP, o PPM e o MPT, me atribuíram a sua confiança e me elegeram.

Tudo farei para os honrar.

Assim como quero reafirmar, em relação a todo o eleitorado da Coligação Mais, que tudo farei para partilhar as nossas ideias e objectivos comuns, embora doravante a minha bancada passe a ser a do CDS-PP.

 Senhoras e Senhores Eleitas

Felicito a todas e a todos, que foram eleitos. Parabéns. E quero manifestar o meu apreço a todos que se apresentaram a estas eleições, numa demonstração de participação cívica e de interesse pela vida pública da nossa Terra.

Nestas eleições, os eleitores optaram por   não dar uma maioria absoluta a nenhuma força partidária.

No fundo transmitiram através do voto um entendimento e um desejo de que ponhamos sempre os interesses da nossa Terra á frente dos partidarismos e dos interesses circunstanciais. Um desejo de que cada um de nós com a dimensão do seu voto e das suas ideias seja capaz de construir pontes que conduzam a melhorias no nosso quotidiano.

Quando nos apresentamos ao eleitorado expusemos algumas das nossas preocupações e ideias, e será em muitas delas que iremos orientar a nossa participação nesta Assembleia.

E refiro algumas,

A vastidão e a dispersão do nosso território requerem, quanto a nós um estudo da rede de transportes público, que melhor sirva os residentes e um alinhamento de horários mais compatível com acesso aos serviços públicos designadamente aos de saúde. E nas urbes iremos promover a actualização de regulamento de trânsito ajustado á realidade actual.

Creio que nos propósitos de todos nós está sempre o desenvolvimento do espaço onde estamos inseridos.

E falar de desenvolvimento é em primeiro lugar é falar de juventude.

Esperamos que nas novas instalações a edificar no antigo quartel dos marinheiros possa ficar instalado um polo universitário, ou outro equipamento que sirva de atração aos jovens que são o futuro, um futuro que queremos melhor.

Pugnaremos também por oferecer condições de vida saudável, através do desporto, contamos para isso que o movimento associativo, seja bem apoiado e os desempenhos nas suas actividade existentes reconhecidos.

No âmbito cultural, o Teatro Salvador Marques é quanto a nós o espaço a considerar, a requalificar e a ser dedicado aos criadores e as artes.

Devemos também voltar ao Tejo, a sua proximidade, que deve e pode ser  um  factor  de  atração  de trabalho e de  pessoas. Queremos mais crianças e mais jovens a viver e a trabalhar na nossa Terra. Iremos pugnar pela abertura do Tejo á actividade económica e turística-marítima . Queremos promover as oportunidades de criação de negócio e emprego ligados ao Tejo mas também, aproveitar a diversidade do território, do Rio Tejo à Urbe e desta à Ruralidade com apoio à economia local, que se quer sustentável e com preocupações ambientais.

Esperamos por isso da parte da Câmara Municipal mais capacidade atrativa para com os empreendedores, e ainda que na atribuição de equipamentos e serviços do Município não se esqueçam desta nossa União das Freguesias de Alhandra, S. João dos Montes e Calhandriz.

Muito Obrigado.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios
%d bloggers like this: