Projecto de Lei apresentado pelo CDS para a Lei de Bases do sistema educativo foi rejeitado


logotipo

O parlamento rejeitou ontem o projecto de lei apresentado pelo CDS-PP para alterar a lei de bases do sistema educativo, que diminuía as férias, introduzia o pré-escolar obrigatório aos cinco anos e estabilidade de políticas por seis anos.

O projecto de lei do CDS foi chumbado com votos contra da maioria de esquerda – PS, BE, PCP e PEV, e a abstenção do PSD. Apenas o CDS votou favoravelmente o seu projecto.

“Quem fica mal nesta fotografia, é quem não quer discutir, é quem não quer conversar”, afirmou a líder do CDS no encerramento do debate, em que o Governo não se fez representar.

%d bloggers like this: