Isenções temporárias à Segurança Social em vigor em breve para ajudar setor do leite


11952049_878883498813712_1771433481536510845_n

Assunção Cristas – A ministra da Agricultura e do Mar disse ontem, em Lamego, que “muito rapidamente” entrará em vigor a medida de isenção de contribuição para a Segurança Social temporária que visa ajudar os produtores de leite.
“Temos o plano nacional e, ainda na sexta-feira, o senhor primeiro-ministro anunciou uma medida de isenção de contribuição para a Segurança Social temporariamente por parte dos produtores de leite para ajudar à liquidez”, referiu a governante.
Pedro Passos Coelho disse na sexta-feira que o Governo vai avançar com medidas nacionais para ajudar os produtores de leite a ultrapassarem a crise no setor, nomeadamente um regime de pagamento à Segurança Social “mais favorável”.
Questionada sobre esta medida, a ministra disse que ela entrará em vigor “muito rapidamente”.
Já sobre a cimeira de ministros da Agricultura da União Europeia, que decorre na próxima segunda-feira, em Bruxelas, Assunção Cristas disse não ter mais nada a acrescentar ao que já tem dito nos últimos dias.
“Espero que possamos ter bons resultados para os nossos produtores de leite”, afirmou apenas.
Na sexta-feira, durante uma visita à AgroSemana, uma feira agrícola na Póvoa de Varzim, organizada pela Agro, uma união de cooperativas do setor, a governante disse que acredita que serão encontrados mecanismos alternativos ao fim das quotas leiteiras que possam proteger os produtores nacionais.
“Este não é um problema de Portugal, é também um problema da Europa e vamos discutir e pedir à Comissão Europeia medidas de suporte para este período difícil que os produtores estão a atravessar”, garantiu Assunção Cristas.
Independentemente do desfecho da reunião desta segunda-feira, em Bruxelas, Assunção Cristas garantiu que serão tomadas mais medidas de apoio aos produtores, nomeadamente na valorização e promoção do consumo de leite.
Na semana passada, Portugal, Espanha, Itália e França acordaram pedir em Bruxelas, no Conselho de Ministros extraordinário de ministros da Agricultura, um aumento dos preços de referência, que permitirão retirar leite do mercado quando o produto está em excesso e, com isso, ajudar a regular o preço do leite. – CDSNotícias
 
 

 
 
 
%d bloggers like this: