Embraer prepara-se para investir “mais e decisivamente” em Portugal


DSC_0175-1

Paulo Portas – O vice-primeiro-ministro anunciou hoje que a Embraer “se prepara para investir mais e decisivamente em Portugal”, reforçando a sua capacidade de “fabricar e construir” e aumentando o número de postos de trabalho, encomendas e exportações.
Paulo Portas discursava na cerimónia de comemoração dos 10 anos da privatização da empresa OGMA-Indústria Aeronáutica de Portugal S.A., em Alverca.
Na parte final do seu discurso, e sem mencionar pormenores, o governante disse não querer “trair nenhum segredo comercial” e adiantou que o fabricante brasileiro se prepara “para investir mais em Portugal e investir decisivamente em Portugal”.
O vice-primeiro-ministro, que não prestou declarações aos jornalistas, visita esta tarde a fábrica da Embraer em Évora.
Nesta cerimónia em Alverca estiveram ainda presentes o ministro da Defesa, Aguiar-Branco, o ministro da Segurança Social, Mota Soares, o embaixador brasileiro em Lisboa, Mário Vilalva, o chefe do Estado-Maior da Força Aérea, José Pinheiro, os presidentes da Embraer, Frederico Curado, e da OGMA, Rodrigo Rosa. – CDSNotícias/Lusa

DSC_0181-2

 

A concelhia do CDS – PP de Vila Franca de Xira esteve presente na cerimónia comemorativa dos 10 anos da privatização das OGMA.

fotografia

Relembrámos a situação vivida há dez anos atrás, quando o então ministro da defesa nacional Dr. Paulo Portas, logo a seguir há tomada de posse como governante, foi informado, que as OGMA encontravam-se em ruptura financeira, sem dinheiro para pagar salários. Tomou então a decisão acertada de privatizar parte da empresa, que acolheu um dos maiores fabricantes do mundo da indústria aeronáutica, a Embraer.

Nesta cerimónia comemorativa, Paulo Portas não esqueceu esses momentos e agradeceu a confiança, que a maioria dos trabalhadores da OGMA demonstraram mesmo em momento de dúvida, assim como o desempenho da então Administração liderada por Miguel Morais Leitão, actual Secretário de Estado.

DSC_0151-1

Em dez anos a OGMA aumentou em mais 53 milhões de euros o volume de negócio e duplicou o valor das exportações, que ultrapassou os 150 milhões de euros.

No ano passado as OGMA investiram 34 milhões de euros e criaram mais 180 postos de trabalho. Agora preparam novo investimento. Para além disso a OGMA tem vindo anualmente a distribuir parte dos lucros pelos trabalhadores, que nos anos de 2011 a 2013 atingiram os 4milhões e 600 mil euros.

Hoje a OGMA, como disse Paulo Portas, significa inovação, excelência, alta tecnologia, emprego altamente qualificado e exportação. Numa palavra: futuro. O futuro de uma história e de um saberes ímpares.

 

%d bloggers like this: