Assunção Cristas corta a fita e abre oficialmente a Fruitlogistica em Berlim


cristas_berlim

A ministra da Agricultura, Assunção Cristas e o seu homólogo alemão Christian Schmidt, ontem, durante a cerimónia de abertura da Fruitlogistica, em Berlim, onde pela primeira vez Portugal é o país parceiro do evento.

Em 2010 eram pouco mais de meia dúzia de empresários que chegavam a Berlim para tentar entrar timidamente na primeira divisão do campeonato mundial dos produtores de frutas e legumes.

 Cinco anos depois, e nesse ‘campeonato’ onde jogam mais de 80 países todos os anos, Portugal conseguiu “a proeza”, segundo Assunção Cristas, de ser o país parceiro da Alemanha, no que é o maior evento mundial daquele sector do agroalimentar.Segundo a ministra da Agricultura isto significa várias coisas: “que os empresários portugueses demonstraram a sua fibra e a sua capacidade de organização e concretização (criando a Portugal Fresh); que os produtos portugueses são de excelente qualidade e estão entre os melhores a nível mundial, mas também que estamos perante um sector (frutas e legumes) que está a crescer cerca de 10% ao ano e que em 2014 poderá ter chegado aos 1,1 mil milhões de euros em exportações”.

Um número que Assunção Cristas considera “absolutamente assinalável” visto que, em 2010, o sector exportava apenas 780 milhões de euros.

Para os próximos cinco anos, a ministra da Agricultura diz que há agora uma dupla meta: atingir os 2 mil milhões de euros de exportações neste ramo da agricultura e, por outro lado, reduzir a zero o défice alimentar nacional.

Nesta edição da Fruitlogistica, para além de Assunção Cristas, o Governo esteve ainda representado pelo vice-primeiro ministro Paulo Portas.

 

Fonte: Expresso

 

 
%d bloggers like this: