Mota Soares “Portugueses podem hoje olhar o futuro com mais confiança”


A taxa de desemprego relativa a 2014 fixou-se nos 13,9%, segundo dados divulgados esta quarta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística. O ministro do Emprego e da Solidariedade, Pedro Mota Soares, foi o primeiro membro do Governo a reagir, tendo elogiado a “resiliência dos empregadores e trabalhadores” e sublinhado que Portugal “vai no sentido correto que é o de descida do desemprego”.

naom_5471ca1a3506b

Portugal terminou 2014 com uma taxa de desemprego de 13,9%, o que se traduz num aumento de 0,4 pontos percentuais relativamente ao terceiro trimestre, mas numa diminuição de 2,3 pontos percentuais comparativamente ao ano de 201

Para Pedro Mota Soares, esta descida do desemprego “foi fruto da capacidade e da resiliência dos nossos empregadores e trabalhadores, mas também de um acordo social que conseguiu devolver confiança aos empregadores, fazendo uma reforma laboral que hoje permite que haja mais pessoas a serem contratadas”.

O ministro do Emprego e da Solidariedade foi o primeiro membro do Executivo a comentar os números divulgados hoje pelo Instituto Nacional de Estatística que dão conta de uma descida do desemprego relativamente a 2013 o que, na ótica de Mota Soares, é “muito importante para dar esperança e confiança a quem está numa posição de desemprego”.

“É para isso que o Governo tem de continuar a trabalhar. Hoje, os portugueses podem olhar para o futuro com mais confiança e esperança no sentido de regressarem ou de ingressarem pela primeira vez no mercado de trabalho”, apontou.

Mota Soares sublinhou que o ano de 2014 terminou com menos desemprego do que começou e, por isso, é “fundamental que continuemos a trabalhar para consolidar estes números”.

“É um caminho que se faz andando e que vai no sentido de descida do desemprego. Pela primeira vez nesta década temos uma descida do desemprego e é exatamente assim que temos de continuar a trabalhar”, concluiu.

http://www.noticiasaominuto.com/

%d bloggers like this: