NOVO CENTRO DE COMPETÊNCIAS DA SIEMENS «FAZ DA QUALIFICAÇÃO NAS PESSOAS UM FATOR DE SUCESSO»


20140404_me_siemens«Este é um exemplo de uma empresa que faz da qualificação das pessoas um fator crítico de sucesso, que aposta no talento português e na capacidade de engenharia na área das tecnologias de informação, e no conhecimento que sai das escolas e das universidades», afirmou o Ministro da Economia, António Pires de Lima, referindo-se ao novo centro de competências de alto valor acrescentado da Siemens Portugal, em Alfragide, que visitou.

Acrescentando que este se trata «de outro caso de uma empresa que, apostando na valorização das pessoas, investe em Portugal», o Ministro sublinhou: «Não me vão dizer que é por praticar salários baixos que a Siemens investe em Portugal, bem pelo contrário», e que esta se trata «de uma multinacional alemã de enorme reputação, com uma trajetória de crescimento em Portugal que é de realçar».

«Este tipo de investimentos são aqueles pelos quais, no Ministério da Economia, mais gostamos de puxar. Aqueles que valorizam o melhor que temos em Portugal, que são as pessoas», referiu.

António Pires de Lima afirmou ainda, com o novo centro da Siemens Portugal, «se está a caminho de, só nesta empresa, se ter mais de 1000 pessoas altamente qualificadas, bem remuneradas e valorizadas a trabalhar na área dos serviços de valor acrescentado, exportando quase toda a sua atividade para o mundo».

«Com este investimento, estamos a demonstrar que podemos ser especialmente competitivos na área dos serviços de alto valor, nos serviços qualificados, na inovação no desenvolvimento de novos produtos na engenharia, e nas tecnologias de informação em serviços financeiros», explicou o Ministro.

E acrescentou: «Em 2013, juntando todos os serviços, Portugal exportou o dobro daquilo que importou, tendo a balança comercial na área dos serviços apresentado uma taxa de cobertura de quase 200%, tendência que se deverá consolidar ao longo deste ano».

«Muitas vezes, pensa-se nas exportações de produtos e bens, e isto é importante; mas a agenda na área dos serviços, nomeadamente dos mais qualificados, têm tido um papel determinante para que – pela primeira vez em Portugal, em 70 anos – tivéssemos um excedente comercial em 2013», sublinhou António Pires de Lima.

Na cerimónia de inauguração do novo centro de competências da Siemens Portugal foi também assinado um protocolo de colaboração entre esta empresa, o Instituto de Emprego e Formação Profissional, e a Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP).

Este Centro irá desenvolver plataformas de suporte à Siemens na área das tecnologias de informação, que serão utilizadas nos 190 países onde esta multinacional tem filiais. Numa primeira fase, o Centro criará 150 novos postos de trabalho altamente qualificados, sendo possível a duplicação de vagas, numa etapa subsequente.

http://www.gov.pt

%d bloggers like this: