Portas: “Crescimento das exportações não atingiu o limite”


portas_4

O vice-primeiro-ministro Paulo Portas afirmou nesta quarta-feira, 26 de Março, que as exportações vão continuar a crescer neste ano, desvalorizando implicitamente algumas análises económicas, designadamente do Fundo Monetário Internacional (FMI), que duvidam da sustentabilidade do crescimento do sector exportador.
Falando em Paços Ferreira, por ocasião da inauguração do novo Parque de Exposições Capital do Móvel, o governante destacou a “força de vontade e o talento” das empresas portuguesas que disse estarem por detrás da aceleração das vendas ao exterior.
As exportações cresceram 6,1% no ano passando, passando a representar a segunda maior “fatia” do PIB português, depois do consumo privado (64,5%), equivalendo a 40,6% do que se produz no país. Para este ano, as previsões apontam para uma ligeira desaceleração da taxa de crescimento que deverá, ainda assim, situar-se acima de 5%.
“Este progresso em qualquer parte do mundo significa que objectivamente as nossa empresas se tornaram mais competitivas perante a adversidade e que a economia portuguesa tem nas exportações um sinal de esperança que não é ignorável nem discutível”, frisou Paulo Portas.

Fonte: Jornal de Negócios

%d bloggers like this: