3,6 MILHÕES DE EUROS PARA PROJETO INOVADOR NA ÁREA DAS DEMÊNCIAS


140217O Ministério da Solidariedade, do Emprego e da Segurança Social, assinou um protocolo com a União das Misericórdias Portuguesas (UMP) para dinamizar um projeto-piloto na área das demências orçamentado em 3,6 milhões de euros, através de fundos comunitários.

«Inicialmente, o que temos de fazer é formar os nossos técnicos, portanto, estimamos que até ao final de 2015 possamos ter feito este levantamento», afirmou o Ministro da Solidariedade, Emprego e Segurança Social, Pedro Mota Soares, em Fátima, à saída da assinatura do protocolo com a UMP. Atualmente, estima-se que 180 mil pessoas sofram desta patologia.

Sublinhando que «é muito importante conseguir fazer um levantamento mais efetivo do problema», o Ministro referiu que «existe hoje uma nova realidade crescente em Portugal, de muitos idosos que estão institucionalizados em lares ou em suas casas onde beneficiam de apoio domiciliário, que são confrontados com fenómenos de demências».

O Governo «tem a noção de que será um problema de futuro, e é fundamental conseguirmos gerir e disseminar as melhores práticas, de forma a darmos muito mais qualidade de vida a estes idosos», explicou Pedro Mota Soares, acrescentando que, por via deste protocolo, «se pretende dar uma formação específica a muitos técnicos das instituições sociais para fazer uma prevenção e um diagnóstico muito mais atempado” e dar aos utentes muito mais qualidade de vida, conseguindo garantir que têm um tratamento muito mais adequado».

Realçando que «esta formação é algo que não existia no passado», o Ministro referiu ainda: «Estimamos, ao longo do ano de 2014 e do ano de 2015, conseguir fazer a formação de cerca de 320 pessoas que terão esta capacidade de replicar, junto de um conjunto de outros técnicos, as melhores práticas que formos identificando ao longo de todo o País».

O projeto intitula-se Vidas – Valorização e Inovação em Demências, resultando de uma parceria da Associação Alzheimer de Portugal com a Direção-Geral da Saúde, e vai avançar na primeira unidade de cuidados continuados portuguesa dirigida a pessoas com demência, inaugurada em Fátima, no passado dia 7 de dezembro.

http://www.portugal.gov.pt

%d bloggers like this: