“Turismo residencial tem sido prejudicado pelo Estado”


adolfo_20out11

O secretário de Estado do Turismo, Adolfo Mesquita Nunes, pensa que tem sido o próprio Estado a prejudicar o turismo residencial.

“O turismo residencial, que tem muito potencial, tem sido prejudicado por um Estado que não soube oferecer condições atractivas a quem pudesse investir”, escreveu o governante na sua página oficial do Facebook, esta segunda-feira, dia em que esteve em Londres a promover o produto. “Foi a melhoria dessas condições, fiscais e de vistos, que viemos anunciar a Londres. Tudo o mais, a compra e a venda de imóveis, como aliás refiro, é e deve ser e continuará a ser da responsabilidade dos privados e dos parceiros que entraram neste projecto”, acrescentou.

Juntamente com o ministro da Economia e do Emprego, Álvaro Santos Pereira, Adolfo Mesquita Nunes apresentou à imprensa britânica a estratégia nacional de turismo residencial.

No passado mês de Janeiro, lembre-se, o Governo apresentou em Lisboa o plano de acção “Living in Portugal”, com uma plataforma online associada. O plano vai vigorar entre este ano e 2014, com diversas acções de promoção externa, num investimento de 828.000 euros. No total, há cerca de 10.000 casas em stock para venda.

Além desta acção no mercado britânico, estão previstas outras em mercados como o alemão, francês, russo, sueco e holandês.

http://www.publituris.pt

%d bloggers like this: