Portas “Portugal e Alemanha são países amigos”


O ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros frisou as oportunidades a explorar na cooperação entre os dois países.

No lançamento do encontro empresarial luso-alemão, que está a decorrer no Centro Cultural de Belém, o ministro dos Negócios Estrangeiros disse que “Portugal e Alemanha são países amigos que se conhecem há muito tempo”, enumerando as áreas da economia onde as relações entre os dois países são visíveis. 

Paulo Portas lembrou, por exemplo, o peso da Alemanha no comércio externo nacional – é o segundo maior parceiro -, a presença de empresas alemãs que têm investido em Portugal e a importância dos alemães no turismo. “O turista alemão gosta de Portugal e nós precisamos do turista alemão”, afirmou, sublinhando que este é um campo ” a desenvolver intensamente”.

O ministro apelou ainda ao empenho e cooperação entre Alemanha e Portugal no que toca aos temas europeus. Lembrando que os cidadãos europeus querem uma União Europeia “capaz de antecipar os problemas e não apenas reagir às suas consequências”, Portas frisou a necessidade de os dois países se focarem nos “desafios importantes dos próximos tempos”.

Nesse sentido, sublinhou a importância da união bancária avançar para “separar o risco soberano do risco financeiro das entidades apropriadas”. E apelou ao apoio alemão nas negociações para a distribuição dos fundos comunitários. Considerando que são “um trunfo importante” para os países europeus, Portas disse que são ainda mais importantes para um país sob ajustamento, onde é crucial conciliar “as regras de utilização dos fundos estruturais” com “as regras de disciplina orçamental”.

 Luís Reis Pires   http://economico.sapo.pt

%d bloggers like this: