CDS defende pagamento de taxas moderadoras no aborto


O CDS-PP anunciou hoje a intenção de apresentar um projecto para as mulheres pagarem taxa moderadora pela realização da interrupção da gravidez, a seu pedido.

A deputada Teresa Caeiro explicou  que a ideia é dar “equidade e justiça” no sistema de pagamento de taxas moderadoras entre este acto médico e outros. “Este acto médico é sempre isento do pagamento de taxa moderadora, ao contrário do que acontece com o tratamento de outras doenças e a realização de outras cirurgias, como tirar um apêndice ou um tumor, uma hérnia discal ou uma intervenção ao coração”, afirmou a parlamentar do CDS.

O projecto deverá ser apresentado ainda antes do final da sessão legislativa e, segundo Teresa Caeiro, “não pretende prejudicar o acesso à interrupção da gravidez”.

%d bloggers like this: