“Constâncio tem de ser ouvido no novo inquérito ao BPN” Nuno Melo


Nuno Melo espera que sejam ouvidos os responsáveis políticos desde a nacionalização, como Sócrates e Teixeira dos Santos.

O eurodeputado do CDS tem pena de não estar mais uma vez na linha da frente da investigação ao BPN e está confiante que será possível nesta nova comissão de inquérito investigar todos os actos políticos que arruinaram a marca BPN após a nacionalização. O ex-governador do Banco de Portugal, Vítor Constâncio, deverá voltar a ser chamado, uma vez que “hoje está mais do que demonstrado que ele falhou”, diz Nuno Melo, o protagonista do último inquérito ao BPN.

%d bloggers like this: